domingo, 16 de outubro de 2016

caminhos de céu e lua

...acordei oito horas depois; descansada.

Devagarinho, fiz o que pude do que não se pode adiar sempre, repeti o que se faz sem que nunca pareça ficar feito.

Os planos mais afoitos contavam com a secura que o céu não deu...

...mas essa promessa de uma lua especial, fez-me aceitar o apagão de eletrodoméstico mal-disposto e planear procurá-la mais logo, para que me ajude a recomeços; mais certos - como se querem, sempre.

Por agora, sem prantos e escolhendo amores, vou-me a desvarios...


Sem comentários:

Enviar um comentário